O que é patrimônio?

Mas e aí, você sabe o que é Patrimônio?

 

 

A cidade da Cachoeira foi reconhecida em 1971 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como Monumento Nacional. A medida foi justificada pelo órgão devido à sua riqueza patrimonial, tanto material quanto imaterial. Desde então, a palavra “patrimônio” rodeia toda a cidade e é sempre citada nas diversas ações realizadas no município. Mas e aí? Já parou pra pensar no que significa essa palavra?

 

A palavra patrimônio vem de “pater”, do latim e que significa pai. Desde então, o termo passou a ser usado para se referir a bens que são passados de uma geração a outra. Segundo o IPHAN, “o patrimônio cultural de um povo é formado pelo conjunto dos saberes, fazeres, expressões, práticas e seus produtos, que remetem à história, à memória e à identidade desse povo”. E vamos combinar que nesse quesito, Cachoeira é riquíssima.

 

O artigo 216 da Constituição diz também que “constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira”. Entre eles, podemos citar: as formas de expressão, os modos de criar, fazer e viver, as criações artísticas, científicas e tecnológicas e os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico.

 

O patrimônio cultural pode ser dividido em duas categorias: material e imaterial. Esta última refere-se às tradições culturais, religiosas, festividades, músicas e diversas outras formas de expressão que são preservadas pelas comunidades que se sentem representadas e identificadas por essas práticas e valores.

 

Já o patrimônio material, que é o recorte do nosso projeto, consiste no conjunto de bens culturais móveis e imóveis existentes no país e cuja conservação seja de interesse público, quer por sua vinculação a fatos memoráveis da história do Brasil, quer por seu excepcional valor arqueológico ou etnográfico, bibliográfico ou artístico.

 

Texto: Camilla Souza

Fonte: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)

http://portal.iphan.gov.br/

 

© 2020 Cachoeira Patrimônio e Memória

Desenvolvido por VINICIUSCASTRO